sexta-feira, 21 de junho de 2013

* TERRORISMO É FAZER MEDO AO POVO QUE ESTÁ REVOLTADO!

TERRORISMO É FAZER MEDO AO POVO QUE ESTÁ REVOLTADO!


Há desespero em quem está no poder e por este motivo está querendo confundir o povo, querendo esvaziar os movimentos de rua com acusações infundadas.
Quem está no poder não quer perder os benefícios. Antes, na oposição, queria sublevar o povo, manifestos, protestos nas ruas, greves... Ao chegar no poder tudo muda. 
Isso vemos em toda a História.
Atualmente há quem espalhe que a "Direita" está querendo dar um golpe e até falaram que os militares espreitam esperando momento para dar o bote. 
Outra acusação é de que os manifestos são manipulados e patrocinados pela "Direita".
Tudo isso é terrorismo! Estão querendo influenciar ao povo, implantando medos e desconfianças.
Do jeito que o povo está se unindo em manifestos, os militares não vão querer ir contra o povo porque eles são minoria! Não há condições de golpe militar no Brasil porque nossa Nação vive um Estado de Direito Democrático. O povo sabe como funciona a Constituição e um golpe feriria os Direitos do povo.
Sobre a "Direita" comandar os manifestos, isso não tem fundamento porque no Brasil a maioria dos Partidos se transformaram numa salada indigesta. Os oportunistas ditos "de direita" conseguiram espaços em Partidos que se diziam socialistas ou de esquerda. 
Vários "caciques de Direita" ocuparam cargos dados pelos que se diziam contra eles.
As alianças políticas foram vistas por todos os eleitores, em saladas indigestas contendo todo tipo de politiqueiro; e ao ganhar eleições repartiram as fatias dos bolos administrativos com eles! Isso em todo o território nacional, vários Partidos ditos "de esquerda" perderam identidade.
E vimos vários políticos que se diziam comunistas e socialistas, ao galgar o poder não cumprir nada do que pregavam nas reuniões e palanques de campanha. Escarraram nas ditas ideologias partidárias e vomitaram nas doutrinas que pregavam. Apenas usaram o poder para se locupletar e beneficiar até mesmo aqueles "da direita" que eles faziam oposição (na hora de negociar para ficar no poder tudo vale).
Então que "direita" é essa que falam?
Ideólogos socialistas se transformando em ávidos consumistas capitalistas. 
Os discursos não se coadunam com as ações e práticas pessoais na vida e pior quando estão no poder. Se há repetições das ações daqueles que tanto criticaram, então se tornam pior que os criticados!
E isso não é de pouco tempo. 
Diante de tantas decepções, Painho (Telles Júnior) ao chegar numa idade idosa começou a criticar: ESQUERDA E DIREITA É POLÍTICA DE SAPATEIRO! E como ele escreveu num poema em 1991:
Na luta pela vida o homem é intimado a agir.
Em suas mãos os meios de ficar em baixo ou subir.
Subir descendo é comum entre os que fazem história.
Legítimos heróis nunca recebem os louros da glória.
É Exigido, socialmente, ser raposa, ter sagacidade.
De comum acordo subvertem o senso da Liberdade.
E a Lei? Esta é modificada a cada instante.
E o Poder Econômico, em seu barco flutuante,
Forja no homem um lobo. Prossegue a luta desigual
E todos esperando o desastre atômico universal.

Presidente de qualquer coisa, do homem é o anseio.
E luta por isto, não importando por que meio.
De Maquiavel o reino cada vez mais se firmando.
O hedonismo, alicerce de quem está governando.
“Me dês para que eu te dê” é a fórmula de servir.
Recebe mais quem pede nesta forma de contribuir.
Uma mentira sobre dez verdades é o selo social,
Garantindo posições nesta selva de pedra e cal.
Do incompetente é a vez nos diversos escalões.
Os puxa-sacos tem garantia ao lado dos figurões.

Para mandar em muito todos têm capacidade.
Obedecer a um, eis a grande dificuldade.
Porco ou urubu não têm vez em bandeiras e brasões.
Na Heráldica somente águias, estrelas e leões.
Na luta pela vida o homem torna-se uma hiena.
Nero redivivo, diverte-se em sua arena.
Em política, quais os lados esquerdo e direito?
Cada lado acha que merece maior respeito.
E a posição do homem é para onde haja mais dinheiro.
Esquerda e direita: política de sapateiro.

Como Painho dizia, tudo chega ao ponto de exaustão e então explode!
O movimento está nas ruas exigindo fim das impunidades e regalias políticas; fim da corrupção. Em prol de um país equilibrado, onde os recursos públicos sejam empregados a favor do povo. E não a favor de uma porção de traidores do povo, que no passado se dizia lutar pelo povo mas no poder traiu tudo que prometeu!
O povo acreditou e não deu certo. Então o povo exige mudanças ao ver muitas injustiças e corrupção. Não é Movimento Partidário.
Mas nenhuma reforma política trará progresso se não tiver a EDUCAÇÃO como base.  E antes de tudo deve haver EDUCAÇÃO POLÍTICA daqueles das cúpulas partidárias e demais asseclas, membos, etc. 
Há quem ocupe cargos e se achem os donos dos espaços governamentais que são públicos e eles estão lá temporariamente como gerenciadores.
Antes de tudo, honestidade, sinceridade, transparência, depende muito de EDUCAÇÃO ESPIRITUAL. 
Não adianta ter muitos cursos se falta a sensibilidade interior e o respeito para com as coisas do povo. 
Não podemos exigir que pessoas sem educação e sensibilidade espiritual ajam com dignidade e Ética. Mas podemos exigir a mudança a todo custo.

O povo está nas ruas e exige respeito, Ética e transparência.

sábado, 8 de junho de 2013

* Um conto de desencantos



Um governante que não ouviu conselhos de quem era mais experiente:

Era uma vez um Mestre que vivia num Mosteiro no alto de uma montanha.
Recebeu a visita de um governante vitorioso de uma campanha eleitoral.
O Mestre foi procurado para aconselhar aquele político e após vários minutos de silêncio, comentou amávelmente:
“Lembres de quando eras oposição e criticavas quem estava no poder.
Agora estás na vitrine com todos a te observar.
Cuidado quando revidares críticas porque as pedras que jogares voltarão para teu teto que é de vidro!
Quando promoveres facções ou indivíduos sob tua tutela, lembres quando reclamavas das exclusões promovidas por teus algozes.
Quando distribuires as verbas, lembras quando reclamavas da falta de equitatividade da distribuição dos recursos dos teus inimigos. Eles estão a espreita esperando qualquer pequena falha tua para transformar em pontos de apoios de oposição.
Quando discursares e prometeres, lembres quando reclamavas dos discursos vazios sem ações daqueles que criticavas. Lembras das faltas de cumprimentos das promessas que recebestes!
Cuidado com a empáfia, a soberba e a vaidade. Surgirão vários falsos conselheiros a estimular tua vaidade. Se fores afetado por essas mesquinhez, cairás num abismo profundo e tua administração sucumbirá.
Quando nomeares tuas assessorias, lembres quando criticavas as inoperâncias, incompetências e falta de preparo técnico em políticas públicas daqueles sobre os quais direcionavas teus discursos. Portanto, se nãoãvigiares os camaleões se transformarão em cobras a devorar tua confiança.
Observes bem e poderás perceber as falhas de caracter de quem te circunda. E assim poderás te desvencilhar deles o mais rápido possível. A companhia de pessoas deste tipo não é sadia. Então, melhor ter poucos assessores fiéis e competentes honestos que ter muitos falsos bajuladores que apenas te levarão ao fundo do abismo!
Aprende a ser sincero e dizer não. Nunca enganes teus súditos com palavras dóceis somente para seres bonzinho e angariares simpatia, enquanto por trás mandas teus assessores fazer diferente do que prometestes.
Quando deres uma ordem, observes se teus assessores cumprirão. Observes se estão tratando bem ao povo que te elegeu. Se eles errarem será teu nome enlameado, e a maioria dessa gente politiqueira age errado para prejudicar quem os acolheu!
Não é sadio policiar, mas tendes ao teu lado quem possas confiar. Mesmo assim, o poder corrompe. Mantém harmonia na equipe e te livres dos desobedientes. Se o povo te escolheu, faze todos saber os motivos das atitudes mais rígidas que tiveres em prol do bom andamento do teu governo.
Evita muitos gastos no início do teu governo. Principalmente gastos pessoais. Conserva tua humildade e mostra aos eleitores que o poder não mudou teu modo de ser. Usa as verbas para o bem comum e vigies para quem teus assessores não se locupletem com benefícios de influências dos cargos e com os acessos ao erário da tua Cidade!
Tuas falhas serão maus exemplos a serem seguidos pelos teus assessores. Portanto, exemplifiques com o equilíbrio, o respeito, a força de vontade, o otimismo e a imparcialidade.
Não cedas espaços aos bajuladores, oportunistas e interesseiros que sabes te cercaram enquanto lutavas para chegar ao poder. Eles serão os primeiros a te criticar, trair e falar de ti se não deres o que almejam. Esses serão aqueles que tentarão te suplantar e usurpar o poder.Então procures te cercar das pessoas competentes e que são sinceras contigo.
Quando notares que algum assessor faz questão de se evidenciar, sem citar teu nome, vejas nele como um peçonhento e te livres dele!”
O governante recém eleito agradeceu ao Mestre, saiu pensativo. Mas ao dar os primeiros passos da administração, desobedeceu o último conselho: Foi levado pela vaidade estimulada pelas bajulações e se cercou de oportunistas, achando que eram amigos; os quais descumpriam ordens, agiam diferente do líder, inchando a máquina administrativa com os empreguismos dos familiares e asseclas das gangs sugadoras dos recursos públicos. Comprou propriedades, automóveis de alto valor, mau exemplo seguido por seus asseclas. As obras não aconteciam, as verbas somente davam para sustentar as assessorias envolvidas em festas superfaturadas e reuniões amorfas. Não ouvia aqueles políticos mais experientes que o ajudaram, subestimando pequenas falhas dos assessores a se transformar em graves erros como bolas de neves.”
O governo naufragou em poucos meses e o governante se tornou uma fonte de gozações e piadas em todas as esquinas. Mas o governante se manteve na ilusão, cercado de bajuladores e ouvindo somente o que o contentava e nunca mais procurou o Mestre do alto da montanha, até que ao perder o poder reconheceu os erros que o sucumbiram.
De que vale procurar um Mestre se não irá obedecer nem seguir as orientações¿ E pior quem não procura pessoas experientes e se afirma empafiamente “preparado para governar”!...

- História inspirada em fato real que sempre ocorre na vida politiqueira mundial!


TRISTEMENTE DE OLHOS NELES!

* A Poesia chora na Terra dos Poetas



As festas se iniciam e o marketing se faz


Mas as tradições locais neste momento jaz.

Maior parte das despesas escorrerão para cachês de artistas de fora.

E por este motivo a alma da Poesia desta Terra em prantos chora.

Gostaria de ver festa com incentivos para todos

E não ser mais um bobo da corte dos tolos.

Na Terra de Hermilo Borba Filho excluíram as belas encenações,

Não tem sequer um violeiro cumprindo seu mister

Para marcar este berço de glórias em poesias.

Não tenho incentivos de sair de casa para essas vis exclusões.

Há espaços para todos se o poder dominante quiser.

Imagina que festa bonita com participações de todos os artistas:

Além de muita música, artes cênicas, artesanatos, poetas a decantar

A Terra dos Poetas predileta, todos a Palmares indo juntos exaltar!

Jaorish Gomes Teles da Silva

Palmares, 7 de Junho de 2013

* Lamento sobre a terra dos poetas agonizantes



Lamento sobre a terra dos poetas agonizantes.



Palmares dos meus ninhos e âncoras.

Palmares de muitos cantares.

Palmares dos meus sonhos, vôos combalidos

Cerceados pela mesquinhez usurpadora.

Palmares de tantos encantos

Destruídos pela política deturpadora.



Palmares dos navegares em versos

Dos poetas construtores da tua História.

Histórias de variados poemas

Poemas com muitas histórias

Adernam no esquecimento e omissões.

Queria poder singrar teu Rio Una

Mas um agregado sólido rochoso impede.

Queria mergulhar fundo nas tuas águas

Mas a imundície dos esgotos e das usinas constrange.

Mas em versos purifico minhas mágoas

E calar este vociferar ninguém se atreve...



Decepções quisera que adernassem nas águas do Una

E levadas por ondas inclementes se misturassem ao Oceano das angústias insurgentes.

Que o povo clamasse educado pela Cultura agonizante.

Porém o crime perdura no uso de uma gente ignorante.




Do passado a Cidade vive de recordações.

Atualidade é sinônimo de contradições...

Marcam hoje, as saudades de tempos aúreos

Cujos registros foram levados pelas revoltas fluviais...

Restando apenas as memórias de quem teima contar,

Simples bardos críticos sobreviventes tratados como idiotas,

Porém galgam dimensões muito além das suicidas atitudes promotoras da ganância

Daqueles incautos galgando estrelato e espaço politiqueiro.



Coragem e luta somente nas lembranças

E poucos ainda nas teimosias inglórias...

Terra dos Poetas apenas um marco

Tradicional de passadas histórias.

A lira chora com a pena quebrada

Pelos desvarios de mandatários incoerentes

Que desprezam as glórias literárias presentes

Sem incentivar produção poética atual.

Tentam suplantar erros exaltando nomes do passado,

Esquecendo o quanto reivindicaram dos erros de governantes mais recentes.



Desprezo às tradições nunca vimos igual

Quando na comemoração da Emancipação Municipal

Literatura e Artes Cênicas não têm espaços nem incentivos.

Enquanto mudos são os versos engavetados escondidos

Ansiando se fazer em edições de livros.

Exaltam dois mortos e esquecem os vivos.

Até o imortal Jayme Griz é esquecido.

Telles Júnior com Museu escanteado.

Milton Souto, Fenelon Barreto, Lelé Correia e tantos mais

São apenas marcos em páginas que cujos nomes não se lêem mais.

Nem a placa de boas vindas à Terra dos Poetas não existe mais.

Isso o que a politicagem plutocrata à nossa terra trás.

Literatura deveria ser priodidade na Terra dos Poetas

Porém a prioridade é a politicagem e difusões das degradações...

Não há equitatividade de distribuições de recursos às expressões culturais.

E os eventos em derramas de altos cachês para artistas de outros rincões.





Jaorish

Palmares, 7 de Junho de 2013

* Teu silêncio é conivência



O medo a calar a tua revolta


É o incentivo para o silêncio de toda gente.

Tua omissão é a perpetuação da impunidade.

Clama pelo que anseias por Justiça.

Expôe os teus argumentos na defesa dos teus Direitos.

... Sejas solidário quando teu irmão oprimido grita

E junta teu grito ao grito dele

E afaga aquela mão ferida caminhando amparando as vítimas das mesquinhez e vilanias!

Sejas um arauto pelo bem, levando mensagens de paz

Harmonizando ambientes necessitados de amor.

Sejas um arauto da revolta, levando a transgressão

Bem direcionada quando o teu povo sofre.

A batalha será vencida com paciência.

A Luta é em prol do bem-comum.



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 7 de Junho de 2013.  

* Meu espaço é o Infinito!


Não quero saber de espaço menor que o Infinito


De onde extraio minhas inspirações.

Não quero saber de espaço menor que meus versos

Dos quais extraio as asas para galgar às Galáxias mais distantes.

Não quero saber dos exíguos espaços mesquinhos

... Para onde querem me encarcerar quando impedem o meus vôos nas asas das Artes Cênicas.

Sou ator da minha própria vida.

Tenho a liberdade de parir personagens e interpretar os papéis das vidas após vidas.

Sou peregrino no vai e vem do círculo do renascer.

Os algozes não sabem o que fazem, precisam de Luz para ver a Paz da minha imortalidade na Arte e vida e Vida na arte!



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 7 de Junho de 2013

* Poeta não escolhe tempo



Poeta não procura momento oportuno


Todo instante é tempo para vociferar versos

Todo instante é tempo de compor poemas

Todo tempo é tempo de fazer o marco do poema

Na História e vida de alguém, da sua terra e do mundo!

... Todo tempo é tempo de embelezar a vida!

O poeta cria o seu tempo.

O poeta luta por seu tempo.

O poeta recria o seu tempo.

Não há tempo marcado para fazer a vida

Uma concreta e bem escrita vivida poesia.

O Poeta é livre no pensar e conquista a liberdade com seus versos.

O Poeta conquista e liberta o mundo com a Poesia

Da vida na Arte e arte na Vida em pleno Amor.

O poeta se perpetua no tempo quando ama

Na pauta da vida em solidária partilha.



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 07 de Junho de 2013

* Dádiva do tempo presente


O tempo que passa


Imponente arrasta

Toda a vida inclemente.

Dele teme toda a gente

A dizer não ter tempo para a Vida

... Querendo viver além prazo estipulado.

Tempo existe insurgente

Transgressor acelera idade.

Tempo a contento

Perpetua-se em quem ingenuamente

Vive ignorando-o e feliz reflete a Luz da Vida

Do viver atemporal além terrestre passagem.



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 7 de Maio de 2013.

* Teu dia com tua magia



Que o teu dia seja permeado de alegria


Na intensidade da tua mais íntima magia

Expressa a cada solidário sorriso.

Que o teu dia seja repleto de realizações

Colhendo o que plantastes ontem em ações,

... Pensamentos e desejos em prol dos teus irmãos.

Assim construimos um mundo dos frutos

Provindos das sementes que plantamos.



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 7 de Junho de 2013

* O Sol na tua face



O Sol que beija tua face


É encanto divino que refletes

No teu sorriso para encanto dos teus semelhantes,

A Luz que acaricia de afeto os teus irmãos.

Sorria com toda a tua alegria

... Brotando de um novo dia!

Sejas mensageiro de Luz e Paz

Na irmandade do sol que irradia

A Força colorida da Natureza

Ensinando o renascer de novas oportunidades da vida!



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 7 de Junho de 2013

* Acorda com o Sol!



Acorda com o Sol.


Acorda com o canto luminoso a desabrochar as flores matinais

E deixa tua alma desabrochar para a Luz da Vida!

Ouve o canto dos pássaros a te chamar para vôos infinitos!

Ouve o canto do vento te convidando a te ajudar a alçar teu vôo além píncaros terrenos!

... Sente a brisa morna da manhã te dizendo o quanto o Criador dá oportunidades de renovação do teu ser a cada dia!

Agradece por mais um dia nesta alvorada, no silêncio do aconchego da prece matinal, quando anjos te escutam, mesmo se não podes ver.

Semeia benfazejas andanças a cada palmilhar do teu dia.

Sejas um arauto do Divino Onipresente cultuando harmonia e paz!

Hoje é teu dia! Vive este dia como único e teu amanhã será venturoso!



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 1 de Junho de 2013

* Somos obras inacabadas


Somos retalhos de obras inacabadas.


Temos oportunidades infinitas para nos recriar.

Temos tempo suficiente para refazer nossas viagens e nos reprogramar.

Somos microcosmos espelhando a imensidão da Eternidade.

Temos as estrelas como aporte dos nossos sonhos.

Temos a Irmandade com as Hostes e quando poetas somos seus arautos.

Cantemos com sons maviosos a vibrar no mais recôndito da nossa Alma!

Cantemos avíssaras alegrando as florações dos jardins vizinhos irmãos.

Sejamos mensageiros dos cantos de renovações para novo mundo onde teimamos ser passageiros terrestres em busca nosso Verdadeiro Lar Eterno.

* O Poeta ausculta a vida



O poeta ausculta a vida.


O poeta observa o viver.

O poeta arauto do povo, mensageiro dos anjos.

Olhares ao Infinito luminescendo o mundo.

Olhares que transpassam as almas e vigiam os seres.

... Palavras marcando versos mudos quando sob repressão.

Vocábulos vociferando revoltas quando as lutas pela Liberdade chamam ao poeta desembaiar a espada embuçada na pena escrevendo verdades de suas visões de igualdade em busca da paz.

Poesia irradiando o calor de um novo sol; farol indicando novo horizonte.

E o Poeta se eterniza, renasce e escreve para a Eternidade.



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 31 de Maio de 2013

* Constrói o teu dia!



Faze do teu dia um peregrinar de ações de bondade.


Leva a cada ser uma convivência de compreensão e harmonia.

Tuas mãos e palavras sejam mensageiras de solidariedade e paz.

Pela Luz Divina caminhes e defendes o bem sem temeridade.

Lembres que na Irmandade além fronteiras seremos todos iguais.

Otimismo atrai boas energias para teu dia repleto de alegria!


Claridade estelar pranteia novo alvorecer


E os sonhos desvanecem prantos

Lamentos naufragam nos rochedos das praias da esperança.

Bem vindo mais um dia oportuno para construções alviçareiras.

Bem vindo o Sol iluminando a Vida!

 

* O Verdadeiro Poeta



De que adiantam as rimas em versos de poemas bem elaborados


Se na vida há um atropelo e desencontros do que falas com o modo que ages?

De que vale a métrica num poema se não medes ações, reações e palavras para com os semelhantes?

O verdadeiro poeta faz da vida uma poesia concreta.

Tu escreves a teu próprio Poema em Vida e Vida em Poesia!

... De que vale o discurso bem elaborado se a prática não é realizada?

De que vale a riqueza das vestes quando vestem corpos com sentimentos putrefatos na maldade?

De que vale o gesto amigável e palavras elogiosas se não em pensamentos há contestação da ação e do proferido?

O verdadeiro humano é construído no respeito, humilde sinceridade e simplicidade.



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 31 de Maio de 2013

* frutos ansiados


Semeias na vida as sementes dos frutos ansiados pela tua fome de viver.


Não esperes colher frutos de árvores que não aguastes.

Serás eternizado por tuas obras não vinculadas à materialidade.

Tua Eternidade espera das tuas ações por sincero amor na caridade.

O financiamento da tua celestial viagem está no quanto amastes

... E através dos teus rendimentos de pureza em vida alçarás os vôos mais altos.

A Poesia em vida te dará leveza além sonhos em cósmicas jornadas.



Jaorish Gomes Teles da Silva



Palmares, 31 de Maio de 2013

* Florescências Auspiciosas.


Florescências Auspiciosas.




Os sonhos que cultuamos são rios

A desaguar no mar da esperança

No florir de ânsias benígnas estimuladoras da vida.

Esperanças na espera

Espera de esperanças

Sejamos sempre crianças

Na visão de um novo mundo na pureza do viver.



Palmares, 20 de Maio de 2013.

* Milagre maior da Vida


Por onde procuras milagres quando a luz dos teus olhos te mostram as estrelas surgindo a cada noite?
Por onde procuras milagres enquanto a vida surge de apenas duas células que se unem no ventre materno que alimenta um novo ser ; e após nove meses nasce um ser humano a povoar esperanças de um novo mundo?
Por onde procuras milagres, quando de pequenas sementes os campos se enchem de flores necessitando apenas de água e luz do Sol?
Por onde procuras milagres quando a cada percalço de vida te serve de motivo para lembrar do teu Criador pacientemente esperando tua volta à casa paterna?
Toda a Vida no Universo vem de milagrosas obras do Grande Artista!
Milagre é tudo inexplicável. Mas aceitas a dádiva como milagre divino quando compreenderes tudo, pois Força Maior te dá o discernimento, Ela é a Inteligência inerente na Criação da qual tu és parte microcósmica.
Alegra-te na pouca Fé que tiveres e amplia teus horizontes rumo à Eternidade, mergulhando no deserto do teu silêncio interior.

Jaorish Gomes Teles da Silva

Palmares, 31 de Maio de 2013

* Bom dia de bondades


Faze do teu dia um peregrinar de ações de bondade.
Leva a cada ser uma convivência de compreensão e harmonia.
Tuas mãos e palavras sejam mensageiras de solidariedade e paz.
Pela Luz Divina caminhes e defendes o bem sem temeridade.
Lembres que na Irmandade além fronteiras seremos todos iguais.
Otimismo atrai boas energias para teu dia repleto de alegria!

Jaorish Gomes Teles da Silva

Palmares, 31 de Maio de 2013
 

* Não fales sobre um ocaso



Não fales sobre um ocaso
Como metáfora da tristeza ou fim de vida
Não cultue cânticos lamentosos.
Veja o por do Sol como uma dádiva para apurar a transcendência dos seus limites. Seus olhos se exercitarão para vermais longe quando tentar identificar cada estrela que surgirá no céu escuro.
O Sol não se vai: A Lua reflete Sua Luz e as estrelas não param de brilhar mesmo tendo nublagem na noite (voe acima das nuvens através dos seus sonhos e mire a luminescência estelar).
O Sol nascerá ao amanhecer sob o cântico dos pássaros libertos!

Jaorish Gomes Teles da Silva

Palmares, 30 de Maio de 2013.

* novo alvorecer

Claridade estelar pranteia novo alvorecer
E os sonhos desvanecem prantos 
Lamentos naufragam nos rochedos das praias da esperança.
Bem vindo mais um dia oportuno para construções alviçareiras.
Bem vindo o Sol iluminando a Vida!

Jaorish Gomes Teles da Silva

* Florescências Auspiciosas.

Florescências Auspiciosas.

Os sonhos que cultuamos são rios
A desaguar no mar da esperança
No florir de ânsias benígnas estimuladoras da vida.
Esperanças na espera
Espera de esperanças
Sejamos sempre crianças
Na visão de um novo mundo na pureza do viver.

Jaorish Gomes Teles da Silva
Palmares, 20 de Maio de 2013.

* Constrói-te dos teus sonhos mais sublimes!






















Constrói-te dos teus sonhos mais sublimes!

De sonhos tece tua vida
Na esperança dos melhores dias.
Atrai energias sublimadas
Renascendo nas alvoradas
A vontade da luta pelos nobres ideais do viver!
Sejas um arauto de bondade, compaixão, caridade e paz
E atrairás os bons frutos para o teu futuro engalanado de vitórias esplendorosas
Quando teus desejos mais profundos e auspiciosos terão lugar!
Sejas um construtor na luta de vencer a ti mesmo!

Jaorish Gomes Teles da Silva


Palmares, 29 de Maio de 2013